Morserus
Jardim Negro

Jardim Negro

qual o mal maior, a mentira que protege ou a verdade que destrói?

Malfaer, um Rato mentiroso de 17 anos. Ao descer para falar com a Rodamorta no Salão das Máscaras ele esperava encontrar um Orksha de luz para guiar a sua vida. Mas quando a máscara que ele escolheu começou a falar através da Rodamorta, esta se apresentou como sendo o Orksha do medo de viver. Ao profetizar seu futuro, o espírito de sombras falou que Malfaer nunca sairia da Cidade Baixa, o lugar mais pobre de Morserus, onde favelas subterrâneas foram esculpidas na face de ravinas e dentro de cavernas.

conto

145 páginas (+/- 4:15h de leitura).

avaliações
63% 5 estrelas (Lançamento)

“Acho que estou sem palavras pra descrever esse conto, a estória que vemos aqui é de arrepiar, sentimos os sentimentos do rato, as suas angústias e mentiras…”

adquira já

Clique na capa do livro para desbravar a estória.

Ele, como todos de sua família, nunca conheceria o mundo da superfície, nunca veria o magnifico céu amarelo. Entretanto Malfaer não podia dizer isso a sua mãe, seria admitir que ele era um covarde e que suas promessas de levar sua família para a superfície eram falsas. Sem saída, ele mentiu mais uma vez: sorriu e falou para sua mãe que seu Orksha era de luz e, que tinha previsto que ele ganharia a competição anual da Dança dos Orkshas. Esta mentira trouxe esperança e felicidade para sua família. Afinal, ele era um herói que todos os anos assinava seu nome no livro de voluntários.

Eu me esforçava para não odiar as outras crianças, não por remorso ou empatia, mas sim por orgulho. Quando você odeia alguém, você convida essa pessoa a viver na sua mente. Você fecha os olhos e lá está ela.

Zemial mandando a letra
Newsletter

Busca no Site
Diga

 

Instagram Facebook WhatsApp